O REINO DISTANTE

Mais uma tradução. Dessa vez temos uma descriçao do Reino Distante (THE FAR REALM). Uma tradução bem bacana de um artigo do Manual Of The Planes. Meus agradecimentos ao Arthur pela excelente tradução. (X.x)o–(‘_’Q)

capa-manual-of-the-planesO REINO DISTANTE

O Reino Distante, também chamado de O Exterior, é um plano – ou talvez um espaço além dos planos – que é terrivelmente remoto quando comparado à geometria planar padrão. As criaturas que habitam o Reino Distante são alienígenas demais para que uma mente normal as aceite sem sofrer danos. Quando emanações erráticas do Reino Distante infiltram-se no mundo, a matéria se agita como se tomada de impulsos inexplicáveis, e então queima até as cinzas ou assume uma nova vida monstruosa.

A história do Reino Distante é a da controvérsia e questionamento. Esta discussão problemática sobre sua natureza se adequa muito bem ao Reino Distante, que existe como algo fundamentalmente alienígena quando colocado em qualquer categorização fácil, em qualquer cosmologia. Literalmente, é o reino “distante” porque se encontra além e fora da cosmologia que envolve o mundo dos mortais, primordiais e divindades. O Reino Distante está além do multiverso, que já é difícil o suficiente de compreender. Está “fora” da criação, existindo apenas no reino teórico do infinito atemporal. O conhecimento do Reino Distante é um triunfo da mente sobre os limites rudes da matéria, espaço e sanidade. Na verdade, cada mortal ou imortal que já tentou compreender a verdade do Reino Distante eventualmente concluiu essa tarefa com a mente estilhaçada, na melhor das hipóteses. Na pior delas, essas pessoas são engolfadas e corrompidas, tornando-se monstros.

Aqueles que valorizam pouco a própria coesão de suas mentes às vezes viajam até localidades maculadas, onde o Reino Distante tocou (ou toca, no momento) o mundo. Lá, eles buscam enxergar o Exterior. Embora as descrições de muitas das visões resultantes sejam pouco mais que balbucios incoerentes, algumas compartilham de pelo menos alguns detalhes. Uma linha consistente fala de uma espaço habitado por vastas entidades imersas em contemplações tão alienígenas que a própria realidade se distorce e muda em sua presença. Contradições letais e leis naturais tóxicas nascem caprichosamente, só para dissolver como vapor para dar lugar a novos sonhos, mais insanos.

Outro tema recorrente nas visões descreve o Reino Distante como uma massa sólida de camadas translúcidas, como uma cebola. As camadas unidas são penetradas por rios, brancos como ossos, flutuando livremente, e vazamentos de geléia azul dissolvendo tudo que toca. Em outros locais, vermes gelatinosos movimentam-se através da massa usando cílios retorcidos e incrustrações como os do líquen. Nenhum ar ou atmosfera existe no Reino Distante. É um mar imensurável, amebóide e semi-sólido.

Formas enormes e vastas derivam no horizonte da visão através da substância do reino, lembrando, de forma borrada, criaturas das regiões mais profundas do mar do mundo mortal. Muitas dessas formas borradas são tão grandes como cidades – e essas são as menores.

Felizmente, este reino de loucura só raramente toca o mundo racional. O Reino Distante não é normalmente um local que se possa visitar, e suas influências terríveis e insanas são raras no mundo. Quando estas intrusões infreqüentes ocorrem, a pressão deformadora do Reino Distante transmuta substâncias previamente inertes. Esta mescla de realidades resulta em corrupções horríveis, disrupções, e às vezes até o nascimento de monstruosidades aberrantes, guinchando.

Criaturas aberrantes que devem sua existência à influência do Reino Distante incluem devoradores de mentes, aboleths, beholders, e vermes de carniça. Alguns desses, incluindo os aboleths, aparecem de forma não muito diferente das formas que seus parentes ainda possuem no reino amebóide. Os devoradores de mentes, também, vêm direto do Reino Distante, porém sua forma atual é uma evolução de seu ciclo de vida original. Com o tempo, os ilitides adotaram formas humanóides. Muitas outras criaturas aberrantes não são na verdade nativas do Reino Distante, mas ao invés disso, existem como resultado de emanações bizarras e perturbadoras que distorceram os processos naturais do mundo e produziram coisas realmente monstruosas.

MAK THUUM NGATHA, O VERME DE NOVE LÍNGUAS
As entidades mais poderosas do Reino Distante são comparáveis a divindades ou primordiais, quanto ao seu poder. Mak Thuum Ngatha é uma criatura desse porte, um ser venerado por um punhado de eruditos, cultistas alienados e raças aberrantes pouco conhecidas. Nenhum ser fora do Reino Distante pode dizer quais são os objetivos ou desejos de Mak Thuum Ngatha, porém esses seriam contra todas as criaturas vivas no mundo dos mortais. Outras entidades do Reino Distante, de poder similar, existem, porém o Verme de Nove Línguas é o mais conhecido desde panteão perigoso e obscuro.
mapa-planos
Anúncios
  1. gostei do post cara, não quer fazer uma parceria? coloca o link do site no blogroll e eu coloco o teu?

    Castles & Dragons
    http://www.castlerpg.wordpress.com

    abraço.

    • leygun
    • 23 de dezembro de 2008

    Show…. Bem vindo irmão….

    (X.x)o–(‘_’Q)

  2. está aqui o logotipo, não consegui achar seu email (estou com pressa) http://img510.imageshack.us/img510/3634/cdbannerjr3.jpg

    ja to colocando teu site no blogroll

  3. é um flood, mas tive uma idéia: o que acha de eu colocar uma prévia de um artigo teu no meu blog e você coloca uma prévia minha no teu?

    • leygun
    • 23 de dezembro de 2008

    É uma idéia a ser amadurecida…. mas acredito que seria melhor uma sessão especificamente para isso…. Algo como: Atualizações dos Parceiros…. etc….

    • Aleixo
    • 23 de dezembro de 2008

    muito doido

  4. cara, não estou conseguindo colocar teu banner.

  5. consegui, não precisa responder

    • leygun
    • 24 de dezembro de 2008

    ok

  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: